terça-feira, 21 de junho de 2011

FÉRIAS! O QUE FAZER COM A CRIANÇADA?



Mês de janeiro ou mês de julho, não importa a criança entra em férias e os pais ficam aflitos, pois de um lado, a criançada querendo brincar, de outro, pais em pleno ritmo de trabalho e sem poder dedicar o devido tempo aos filhos.

O que fazer? O ideal seria conciliar as férias da família nesse período, porém isso nem sempre é possível.

Para você que tem filho em idade pré- escolar uma opção é deixá-lo na escola, existem muitas escolas que oferecem curso de férias em período integral. É importante ficar atento para que a escola forneça mesmo atividades diferenciadas nas férias. Às vezes só existe o título e a criança fica o mês inteiro sem perceber que está em férias, pois a rotina é a mesma e a escola não proporciona atividades diferentes e divertidas.

Outra opção é a casa da avó, tio, padrinhos e familiares. Essa proposta é muito boa, principalmente se a criança mora longe desses familiares. Ter esse convívio será muito importante. Porém só faça isso se a criança já estiver acostumada a dormir fora de casa. Uma amiga minha fez isso nas férias escolares do filho. A avó havia convidado o neto para ficar alguns dias em sua casa. A criança, motivada com a idéia de viajar e ficar na casa dos avós, foi muito feliz. Porém no segundo dia já queria voltar. O problema era que a casa da avó era distante 600 km. E ao invés de solucionar um problema esse casal arrumou outro.

Dependendo da idade da criança, pode-se também contar com clubes ou colônia de férias que durante um mês oferecem atividades diversificadas e muito interessantes para as crianças. Vale ressaltar a credibilidade e a experiência desses lugares em programar férias. Itens importantes devem ser levados em conta como:

• Crianças com idades diferentes ficam em grupos distintos.

• Horário de início e termino das atividades, devem conciliar com sua rotina de trabalho, pois se for muito diferente a criança sempre chegará atrasada ou sairá mais cedo, muitas vezes perdendo o melhor da diversão.

• Caso a colônia de férias ofereça alimentação, questionar como são feitas e as condições de higiene e armazenamento.

• É aconselhável que a criança que nunca foi a uma colônia de férias, mesmo que seja um dia, vá em companhia de um amigo. Pois chegar a um lugar, com crianças e monitores sem conhecer ninguém, pode ser um pouco constrangedor.

• Roupas confortáveis, tênis, agasalho e uma garrafa de água, não podem faltar na mochila de seu filho, além é claro da identificação com telefones de emergência. Se seu filho for maior de 10 anos poderá levar um celular para emergências.

Vale ressaltar que criança também precisa de férias, mudar a rotina, vivenciar coisas novas. E se vocês conseguirem um tempinho aproveitem em companhia deles. A criança sente quando seus pais estão de folga e ela tem que ter a rotina normal de um dia comum. Quando lecionava em uma escola, geralmente trabalhava no curso de férias oferecido pela mesma. Às vezes percebia que alguns pais estavam em férias, mas continuavam levando o filho para a escola. A criança se sentia triste e muitas vezes chorava, pois não queria ficar na escola e sim em companhia de seus pais. Mesmo tendo 3 ou 4 anos, a criança percebe a mudança da rotina de casa, quando os pais estão em férias e ela não. Horários diferentes, roupas esportivas, sinalizam que os pais estão de folga. Aproveite este tempo para ficar com seu filho. Ele também precisa de férias escolares.

Deixo aqui algumas dicas para que os pais possam, mesmo deixando a criança em casa, proporcionar férias animadas e agradáveis.

• Deixe a criança dormir, às vezes, até um pouco mais tarde. Convide-a para dormir em um ambiente diferente, que tal todos dormirem juntinhos em seus colchões no chão da sala, com certeza será uma farra!

• Leve seu filho (a) ao cinema.

• Deixe-o dormir um dia na casa dos avós. Com isso, o dia que você realmente precisar, ele estará acostumado e vocês não terão problemas.

• Pegue um jogo que esteja esquecido no armário e convide toda a família para jogar, mesmo que seja à noite quando vocês já tiverem voltado do trabalho, serão com certeza 30 minutos prazerosos para todos da família.

• Convide um amigo de seu filho para passar algumas horas em sua casa. Neste dia um bom DVD e pipoca farão sucesso.

• Que tal um gostoso passeio ao Bosque para relaxar, um piquenique pode acontecer sem muitos problemas.

• Tire-o do computador e vídeo game. Compre pipas, pião, boneca de pano, argila, faça massinha caseira. Isso fará com que a criança perceba que a rotina nas férias, mudou.

• Cozinhe junto com seu filho, que tal fazerem algo bem gostoso como bolinho de chuva, brigadeiro, bolo, etc.

• Peça ajuda de seu filho (a) para organizar os brinquedos dele, para ele será muito divertido ter você ao lado para essa atividade. Aproveite a empolgação e arrume também o armário das roupas.

• Assista um programa infantil com ele, e depois faça comentários. Ele com certeza terá muito prazer em sua companhia.

• Compre um pequeno presente para ele, use a criatividade e faça desse ato de presentear um momento muito especial.

• Existem publicações que ensinam a construir jogos e brinquedos com material reciclável. Essa é uma boa oportunidade para que juntos, vocês possam brincar, construir algo interessante e reciclarem objetos. Mãos a obra!

• Livros para colorir são um excelente passa-tempo. Se a criança já for alfabetizada existem em banca de jornal cruzadinhas, almanaques e revistas de entretenimento para essa faixa etária

• Riam juntos, durmam juntos, leiam juntos, assistam um desenho juntos, o importante durante este mês é fazer com que a criança perceba que férias são agradáveis e mesmo que na casa só ela esteja gozando deste privilégio vale a pena fazê-la feliz! Boa sorte!

Um comentário: