segunda-feira, 1 de março de 2010

Hora de meu filho ir para a escola. Como adapta-lo?


Quando comecei a escrever este artigo , recebi um e-mail de uma leitora sobre este tema e resolvi coloca-lo aqui como exemplo para muitas famílias que passam por essa mesma situação.

“Tenho uma filha e estou grávida novamente . Desde que descobri que estou grávida decidi colocá-la na escola, e também já venho conversando com ela sobre o novo bebê. As aulas começaram na semana passada, e não consigo deixa-la na escola de jeito nenhum. Se eu me ausento da classe por alguns segundos ela já começa a chorar e só para quando eu volto. Tentei deixa-la chorando um pouco, afinal as próprias professoras me disseram que seria necessário, porém ela chorou desesperadamente por uns 15 minutos seguidos e não parava, assim a pedagoga achou melhor eu voltar. Depois desta semana na escola ela não me larga mais. Fui ao restaurante e quando me levantei para tirar minha comida ela chorava muito e só parou quando eu voltei e peguei-a no colo, o mesmo ocorre quando eu vou tomar banho. Agora não sei se ela vem tendo este comportamento devido a escola ou ao bebê que estou esperando . Todos me dizem que ela já sente. Estou meio apavorada, não sei se desisto de coloca-la na escola,apesar de achar que apenas estarei adiando um problema. Ela sempre foi muito apegada a mim, mas sinto que agora está ainda mais. Será que é conveniente procurar ajuda de um psicólogo infantil. Tenho muito medo da reação dela quando o bebê nascer, portanto acho que tenho que fazer algo antes disto. Se puder me dar alguma orientação, ficarei muito grata.

Outra dúvida, devo realmente larga-la chorando na escola para que ela acostume? O pai levando-a para a escola , a adaptação pode dar mais resultado? Quanto tempo demora esta adaptação? Podem existir casos em que a criança não se adapte e não possa freqüentar a escola nesta idade?

Desde já muito obrigada!”.
Esse caso é muito comum com mães e pais que passam por esse período de adaptação com seus filhos na escola. Algumas crianças passam por isso de forma tranqüila e os pais ficam até preocupados , pois esperavam algumas reações de insegurança e medo, mas tudo correu bem. Porém na maioria dos casos as crianças sentem essa nova fase, esse desafio que surge a sua frente e precisam do apoio da família para supera-la. A adaptação é da família e não somente da criança, pois os pais precisam confiar nas pessoas que passarão a cuidar de seu filho , a criança precisa fazer vínculos afetivos com essa nova pessoa (professora) e aprender a viver harmoniosamente com outras crianças em um ambiente diferente ao que ela sempre viveu. Tantas coisas, muitas mudanças e as expectativas da família são grandes. O que fazer?
 Ter certeza que a escola escolhida é a ideal para seu filho .
 Confiar nas pessoas que irão cuidar de seu filho.

 Evitar comparações com outras crianças. Seu filho precisa se sentir confiante e feliz neste momento.

 Não faça comentários sobre a adaptação na presença da própria criança.

 Evitar ao máximo levar a criança de volta para casa, pois ela irá associar o choro ao retorno para casa, que, nesse início, ainda é o local que traz mais segurança.

 A Escola está preparada para responder às dificuldades da adaptação que não devem ser vistas como obstáculos, mas como conquistas pessoais das crianças, necessárias para o seu crescimento.

 Quando você for buscá-lo, ele pode chorar como um desabafo das tensões deste período de adaptação, isso é normal e deve ser respeitado.

 A sala de aula é um espaço que deve ser respeitado e sua presença nela, além de dificultar a compreensão da separação, fará com que as outras crianças também cobrem a presença de seus pais . Porém se for extremamente necessário sua presença, é aconselhável o mínimo possível de interferência na dinâmica da classe, para que seu filho perceba que seu referencial escolar é a professora e com isso estabeleça um vínculo de confiança.
O tempo da adaptação varia de escola para escola , o mais sensato é começar por 2 horas e depois ir aumentando gradativamente. Não existe prazo determinado para uma adaptação, podem durar 4 dias como 1 mês. O importante é que seja feita com calma e paciência.
E o choro? Muitos pais ficam muito inseguros quando vêem que seus filhos choram durante este período. Acham, às vezes, que a criança está em estado de sofrimento e acabam por abortar este processo ou deixa-lo para o próximo ano. O choro é uma forma de expressar um sentimento. Normalmente a criança chora porque não consegue expressar com palavras o que está sentido. Numa situação nova é normal uma certa ansiedade, um medo , a dúvida pelo desconhecido. Nesse momento a pessoa responsável pela adaptação saberá contornar esse choro e transformar esse momento em algo prazeroso. Mesmo se a criança não chorar é importante respeitar o tempo de adaptação. É sempre bom deixar “o gostinho de quero mais” para que a criança sinta vontade de voltar no dia seguinte.
Pais e escola devem se comunicar muito neste período, a troca de informações é muito importante e facilitará a adaptação da criança.
Quer saber mais sobre esse assunto?

Escreva-me

39 comentários:

Cris Gasparotto disse...

Olá Débora, tudo bem?
Amei a matéria. Estou passando por esse processo de adaptação com o meu filho de 2 anos e 7 meses.
Sou professora e não esperava o choro por parte dele, uma vez que ele já frequentou a escola até 1 ano e 8 meses e eu sempre estou incentivando ele a ir para escola, ele tem contato com atividades similares desenvolvidas lá e enfim, por ele ser filho de professora não achei que ele iria chorar..... mas chorou e muito.
Porém, fui firme em meu objetivo de deixa-lo na escola!!!
Fizemos semana de adaptação, ele permaneceu por alguns minutos, depois horas e agora o período todo na escola.
Deixei ele chorando algumas vezes, mas não voltei atrás.
Confio na escola e em toda equipe, mas mesmo assim saí algumas vezes com o coração na mão de tristeza por ve-lo chorar.
Sei que ele gosta da mesma e apenas está bem difícil a questão da convivência diária comigo e termos que nos separar por um período.
Bom.... após 1 mês de início das aulas, hoje meu filhão me pediu para ir à escola, desligou a tv, abriu a porta, ou seja, hoje ele me levou para escola e ficou muito bem quando o deixei.
Obrigada por seus conselhos!!!

Cris Gasparotto
crisgttoliveira@hotmail.com

Olivia Utihata disse...

Tenho um neto de 1 ano e 8 meses e está na escola faz 4 meses.Todos os dias ele chora para entrar e só para lá dentro quando a "tia" conversa com ele e o leva para a sala.
Ele fez a adaptação em três dias e depois foi preciso colocá-lo durante todo o período integral.
Seus pais estão separados e ele mora uma semana em cada casa. Não sei se há alguma ligação com o fato.
Agradeço se puder nos ajudar !!

Olivia Utihata
oliutihata@hotmail.com

Lana.M disse...

Olá! tenho um filho de quatro anos que frequenta a escola desde os 2 anos. São dois anos de choro TODOS OS DIAS. Ele pode estar comigo ou não em casa.. na hora de ir a escola é um berreiro. Diz que me ama. que quer ficar em casa...
Por dois anos tenho sido firme mas não estou mais aguentando. Estou grávida e e4isso está me fazendo muito mal. Hoje meu almoço quase voltou pela boca.
Tenho sido pascioente, conversado, feito posters da rotina da escola e mostrado quando será a hora de ir busca-lo. Sou sempre firme. Seria mannha o problema? A escola? Ele fica aparentemente bnem lá. porém é para lá o unico local que chora para ir.
Não sei como agir e ao mesmo tempo cheguei no meu limite.
Agradeço qualquer tipo de ajuda e comentários.
Grata
Lana Medeiros

Anônimo disse...

Lana, será que o problema não será a escola? Nossa, dois anos chorando.
Estou sofrendo a adaptaçaõ do meu filho, ele tem 04 anos e nunca necessitou ir a escola ou ficar na creche somente agora. Chora todos os dias e as vezes eu perco a paciência e choro também.
Não sei o que faço, espero que esse fase passe logo
Que Deus nos ajude, Gizele

Debora Corigliano disse...

Olá Lana, tudo bem? Obrigada por ter lido meu blog e por ter escrito.

Primeira questão: O que a escola fala sobre esta questão? O fato de chorar diariamente para ir somente a escola e por um tempo tão longo deve ser verificado e dado a devida importância. Ele pode estar relacionando o ato de ir a escola a outras situações não prazerosas. Por exemplo o horário de ir a escola coincide com o horário de sono ou alguma outra atividade? O que você faz no tempo que ele está na escola? O que ele comenta sobre a escola, professores e amiguinhos. É a primeira escola que ele frequenta?

Temos que levantar alguns pontos para poder ajudá-lo nesta situação. Coloco-me a disposição. Me escreva contando mais detalhes.

Um abraço

Debora Corigliano disse...

Gizele, com certeza é uma fase passageira, porém vale ressaltar a importância da escolha da escola. As vezes a escola é otima para vc como mãe, porém para seu filho, nem tanto.
Caso queria mais informações, me escreva!
Obrigada por ter escrito. Fique a vontade!!!
Abraços

Orleans Jensuen Silva Aleluia Cabral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
ana disse...

Oi,meu filho nunca chorou para ficar na escola e se mostra bem feliz, mas ainda assim acredito que ele nao esta se adaptando bem pois nunca menciona os amigos da escola, nao chama poe eles em casa e nao parece apegado a nenhum funcionario da escola, ele tem quase 3 anos, esta na escola desde 19 meses. Será que é o caso de tentar outra escola?

bj

Fernanda disse...

Boa Noite...estou lendo tudo que é artigo para ajudar o meu filho de 5 anos que está fazendo uma adaptação muito complicada....nos mudamos de cidade,então ele começou com tudo novo...escola,cidade,colegas...e ele também adorava a última professora...agora não sei como agir com ele...chega na hora de ir para escola começa a fugir por dentro de casa...o transporte não espera por ele então tenho que levá-lo e a gritaria começa...estou muito preocupada porque ele sempre foi uma criança que adorava ir a escola e agora já começa ao acordar a função de não querer ir..o que faço????será que devo procurar uma psicóloga....preciso de ajuda!!!

Juliana Miranda disse...

Bem, tenho um filho de 2 anos e 2 meses, e estou tendo que deixá-lo na escola, pois foi orientação médica para que ele se socializasse mais...pois é muito apegado a mim.Todos os dias que tenho que levá-lo é um aperto no coração, pois já sai de casa chorando...e deixo no colo da professora tb chorando...mas sei que é o melhor para ele agora...Mas, a minha dúvida é por quanto tempo dura essa fase de adaptação?o que fazer para ele não sentir medo de ir ´para a escola?Me ajudem....

Rose disse...

Olá que bom ter encontrado esse blog pois estou passando uma situação extremamente desgastante...
Meu filho tem 2 a 6m e até 01 e 6m tive ajuda de uma senhora que sempre cuidou dele na casa dela enquanto eu trabalhava; porém devido ao emprego de meu marido tive que me mudar de cidade a 1 ano; preciso voltar ao mercado de trabalho;por isso ao completar 1 a e 11m levei para escolinha próxima de casa e muito bem recomendada por todos; no 4o. dia entrou em pânico; tudo indica que foi por causa das outras crianças; pois depois desse episódio ele não queria falar com nenhuma criança, e onde ele visse uma qtda x de crianças ele não ia, nem no parquinho que ele antes adorava; noto que ele é inseguro, tem alguns medos e com algumas pessoas qdo ele vía começava a chorar desde bebê foi assim;agora com 02a 6m apesar de ser muito falante e ativo coloquei em outra escolinha em busca de socialização pois ele é filho único;me sentí mais segura, pois ele voltou a falar com as crianças e estava "aparentemente" empolgado com a volta a "escolinha colorida", porém o meu filho começou a ter crises de laringite, melhora, porém cada vez que volta tem recaída; sei q é emocional e ele tem uma verdadeira obsessão qto a escolinha; passa todos os dias dizendo q só vai "mais tarde" ou na "2a. feira"...fica o dia inteiro só pensando nisso e falando; não quer ficar com outras crianças, só com as "tias";
Qdo estou perto ele adora fazer amizade com todos, gosta de cantar, é super extrovertido, mas qdo estou longe...
Ps:Sempre foi muito grudado comigo...agora ainda mais, não me larga nem um segundo...nem pra tomar banho...beijos e obrigada pela orientação!

Gisa Fernandes disse...

Olá,
Estou passando pelo msm problema. Tenho um filho de 2 anos e 9 meses e há mais ou menos 15 dias está indo para a creche. No caminho ele vai super bem, mas quando chega lá, começa o chororô! Não trabalho, mas como ele tem atraso na fala, a Fono e a Pediatra dele falou para colocar ele na escolinha para desenvolver esse lado da fala. Não sei mais o que fazer...desses 15 dias que ele está indo para a creche, o máximo que consigo deixar ele é até as 13:00. Ele não come e nem bebe água. Ele fala pouquissimas coisas e não sei se é por isso que ele não está se adaptando...apesar dele ser muito esperto e muito apegado a mim! E também senti que como ele não fala, a "tia" o deixa um pouco de lado....E pra completar, essa semana ele só foi 2 dias, pq está com febre...
Por favor, me ajudem....Eu o coloquei para o seu bem e tb para o seu desenvolvimento e estou quase desistindo, por conta dessa não ajuda da professora. Chega lá, ele chora e eu não fico enrolando....viro as costas e vou embora, mas com o coração partido e chorando pela rua, rsrs..
Será que devo ser sincera com a professora e falar o que eu acho?
Tenho medo que ela me leve a mal e vire as costas de vez para o meu filho...
Obrigada!
Gisa Fernandes-SP

Debora Corigliano disse...

ANA, fique tranquila, seu filho as vezes prefere não comentar , isso é normal em algumas crianças. O importante é você saber por parte da escola se ele está bem, se brinca com os amigos, se faz as alimentações com satisfação. Entre em contato com a escola e fique tranquila!
Boa Sorte!

Rose disse...

Olá Gisa,

Realmente estamos passando pelo mesmo problema rsrsrs...tenho algumas novidades..entre em contato por e-mail: rosemonteiro2007@hotmail.com

Bjos

Rose

Meri disse...

Olá Débora.

Minha filha tem 1 ano e 5 meses. Desde os 7 meses ela frequenta o berçário em período integral. No início do mês começou em uma outra escolinha/hotelzinho também por período integral, pois tive que mudar de endereço. O fato é que, mesmo acostumada com esta rotina, ela chora todos os dias quando a deixo na nova escola. Já se passaram 15 dias e ela continua chorando quando a deixo equando vamos apanha-la. Conversei com as professoras, e elas falam que ela chora por um tempo e depois cala, e que come bem e interage com as outras crianças.
Será mesmo só uma fase de adaptação ou devo me preocupar com o fato, visto que ela já frequentava outra escola?
Aguardo ansiosa pela sua resposta.

Debora Corigliano disse...

Fernanda, assim como ele, todos vocês estão passando por um período de adaptação. O mais sensato é conversar com ele, e explicar que vcs também estão sensíveis com relação a esta mudança, mas que é para o melhor. Conte algum caso seu do qual passou por uma mudança e obteve sucesso. Neste momento ele precisa de segurança e só vai encontrar em vc. Não brigue com ele, solicite ajuda na escola, para que ele tenha mais interesse em ir. Boa sorte!

Debora Corigliano disse...

Juliana, não podemos definir um tempo dentro do processo de adaptação. Cada criança reage de um jeito. O importante é mostrar para ele que vc está segura e que ir para escola é muito bom. Vale ressaltar que nesta fase a comunicação entre vc e a professora deve ser constante para que juntas possam ajudá-lo nesta fase.
Um abraço

Debora Corigliano disse...

Meri, obrigada por ter escrito!
Se a professora garante que o choro passa e ela fica bem a ponto de se alimentar e brincar, é sinal que trata-se apenas de um processo de adaptação. Nesta idade ela já reconhece as pessoas e cria vínculos, diferente de quando vc a matriculou pela primeira vez na escola, ela era muito nova e ainda não percebia isso. Agora ela ja reconhece a rotina , o lugar e as pessoas. Com certeza é uma fase e vai passar. O importante é vc sempre ter informações por parte da escola sobre como ela passou o dia.
Boa sorte!!!

Jo Jo disse...

Olá ...Senhores estou no meio de uma turbulência, meu bebê (1 e 7 meses) sempre viveu com a mãe e depois com as avós, por motivos logísticos decidi coloca-lo na escolinha ... Estamos no terceiro dia, e o primeiro sem a cia do vovô ou vovó ... Acabei de ligar para a escola, e ouvi o choro dele (foi horrível)além de tudo a professora disse que talvez ele não estivesse preparado ... Estou em pânico!!!!!!

fernanda nunes disse...

meu bb tem 1 ano e 1 mês e estou pensando na escola. seria legal colocá-lo nessa idade?

Anônimo disse...

Olá Debora, gostei muito a sua reportagem. Bem eu estou passando do mesmo problema, meu filho chora muito quando chega a hora de ir a escola. Ele estava em uma escola e um coleguinha mordeu o meu filho 03 vezes, então resolvi mudar ele de escola pensando que ele chorava com medo do colega. Mudei mas continua chrando na outra escola, o meu menino tem 03 anos, o que devo fazer, estou quase desistindo?

Everton Gish disse...

Ola Debora, tudo bem?
Minha filha de 2 anos e 8 meses entrou na escola esse ano(ela estuda de manha). Sempre que ela ia para a escola, ela ficava animada,alegre e nunca chorava. Porem, desde o recesso de carnaval(que foi de uma semana sem ir para a escola)ela agora chora todos os dias quando chega na escola. Não sei se tem alguma coisa relacionada,mais minha esposa esta gravida e minha filha esta começando a entender que virá um irmãozinho. Como devo agir nessa situação? Obrigado pela ajuda.

Debora Corigliano disse...

Anônimo com postagem de 16-02. Por favor quando escrever coloque o nome e um e-mail, assim fica mais fácil responder!
Como você leu, o choro no processo de adaptação é normal. Se ele percebeu que com seu choro ele obteve sucessos ( como a mudança de escola) , ele vai continuar chorando. Neste momento você precisa de ajuda da escola. Qual é o vínculo dele na escola? Quem é a pessoa mais próxima. Faça combinados com ela para que venha buscá-lo na porta da escola, leve de casa coisas interessantes para que seu filho mostre aos amigos. Combine coma professora de deixar que ele leve algo da escola para casa com a responsabilidade de trazer no dia seguinte.... são pequenas ações que fortalecerão o vínculo neste escola atual.
Mande-me seu nome e email...será um prazer ter você na lista de amigos! um abraço

Debora Corigliano disse...

Everton, obrigada por ter lido meu blog e por ter escrito!
Realmente tem muita coisa nova na vida de sua filha! A escola , a chegada do irmão...são experiências que ela nuca teve antes e isto dá uma conotação de inseguração e medo. Será que vou perder o que já tenho? O choro no retorno do carnaval é até que norma, acho que até nós adultos depois de alguns dias em companhia com a família reclamamos um pouco ao voltar ao trabalho!!!Porém uma atenção especial deve ser dada! Use as mesmas dicas que dei na resposta acima que com certeza ela voltará a entrar feliz na escola. Quando a chegada do novo bebê, é importante não dar tanta enfase a este fato,não sei o tempo gestacional de sua esposa, mas deve faltar alguns meses para este acontecimento. E assim como vcs também estão ansiosos com a chegada do novo bebê, ela também está. Aqui no meu blog tenho um texto que fala sobre a chegada do irmão. Se puder dê uma lida. No meu livro você encontra vários textos que auxiliarão vocês nesta fase da educação dos filhos.
Um forte abraço e boa sorte!

malu disse...

Olá, Débora...minha filha tm 3 anos e fik na escola desde 4 meses, ms esse ano está quase impossivel suportar, ela chora todos os dias, qndo chega na porta da sala,e ns confiamos nas professoras dela,elas são mto atnciosas e toda tarde ela sme falam q ela só chora um pouco, depois q eu saio ela ja se acalma, brinca c os amigos e se alimenta bm..o fia d hr ativadade entao! chega até doer a barriguinha dela, por ser outras prof....ms ja convrsei com a pedagoga e ela me disse q todas estao tndo mta paciencia com ela...o q faço??

Ane disse...

Olá, Li seu artigo e me identifico muito, pois estou com uma situação bem parecidada com todos os relatos. Meu filho tem 3 anos e chorra para ir a escola todos os dias a mais de 2 meses, ele fica comigo na parte da manhã muito bem, ao aproximar-se do almoço e a preparação para a escola fica numa ansiedade so pergunta porque tem que ir a escola? porque eu o leva para a escola? que horas vou busca-lo? já tentei leva-lo de várias formas, com outra pessoa vindo busca-lo, mas ele não quis nem sair de casa, já passei pegar os primos para ir com ele pra escola, já fui contanto história, vendo dvd, não sei mas o que fazer pois já fiz uma tentativa no ano passado e foi pior a escola pediu que eu aguardaçe mais um tempo mas nesse ano continua, depois de deixar ele na escola ele fica super bem interage com os colegas e participa normalmente da aula. Gostaria de sua opinião pois já não sei mais o que fazer? já li muito sobre isso e acho que ele se apresenta caracteristicas de comportamento semelhantes a Ansiedade de separação. de que forma devo proceder? devo leva-lo a um pscologo? Mas tenho duvidas pois ele so tem 3 anos.
Obrigada,
Ane

Daisy dindinha72@hotmail.com disse...

Estou mto preocupada com a ida do meu filho Leonardo de 3 anos e 5m, é o primeiro ano na escolinha, não há meios de ele ir bem,é um chororo desde cedo, ele está a tarde. Não quer ir de maneira alguma, na hora da entrada ele chora bastante tb, não sei mais o q. fazer, hj acho que peguei pesado, disse para ele que se não fosse pra escola, não assistiria TV nem ir jogar game, não sei se fiz a coisa certa, mas estou perdida, por favor me ajude... Daisy.

Patrícia disse...

Olá Débora, tudo bem?
Como todos os comentários acima, minha história tbém não é muito diferente. Minha filha tem 3 anos, sempre ficou na escola período integral, mas de um tempo pra cá, ou seja há uns 2 meses vem chorando pq não quer ir para escola. Já fui conversar na escola e me disseram que nada está acontecendo. Minha filha de início me disse que não tinha amigos na escola e que brincava sozinha, mas a pedagoga e a psicologa diz que não, que ela brinca com todos os amigos. Agora ela não me diz mais essas coisas, outro dia comentou que a tia da escola falou: se vc ficar mentindo para mamaãe que a amiguinha briga com vc, vai estudar numa escola chata.
Ela não chora todos os dias, mais vira e mexe não quer ir para escola e diz que quer ficar comigo. Estou muito preocupada, será que está cansada de ficar o dia todo na escola, ou será que está acontecendo alguma coisa na escola e os responsáveis não estão percebendo. Não sei mais o que fazer. Não gosto de ficar sempre questionando a pedagoga, pois acho que posso estar incomodando, já que me disseram que nada está acontecendo.Aguardo sua opinião e desde já agradeço.
Abraços,
Patrícia

Anônimo disse...

Ola, Boa noite
Gostei muito da matéria!!!Parabéns.

Bom, tenho um filho de 1 ano e 9 meses, coloquei na escolinha no meio do ano com crianças de 2 anos, mas que entraram antes de completar 2 anos. Resolvi colocar porque ele fala muito pouco, so umas 5 ou 6 palavras, pensei que poderia ajudar a desenvolver a fala, sera que adianta alguma coisa? Tem 2 dias ele tem chorado quando o deixo la, mas passa pouco tempo ele para de chorar, as tias disseram que nao esta chorando durante o periodo que fica, mas vejo que ele eh bem sem atençao, nao senta nas cadeirinhas e nao entende muita coisa que a gente fala. Estou na duvida se me precipitei> Gostaria de uma opiniao.

Obrigada
Amanda Camilo (amandinhaacamilo@hotmail.com)

Anônimo disse...

Ola, Boa noite
Gostei muito da matéria!!!Parabéns.

Bom, tenho um filho de 1 ano e 9 meses, coloquei na escolinha no meio do ano com crianças de 2 anos, mas que entraram antes de completar 2 anos. Resolvi colocar porque ele fala muito pouco, so umas 5 ou 6 palavras, pensei que poderia ajudar a desenvolver a fala, sera que adianta alguma coisa? Tem 2 dias ele tem chorado quando o deixo la, mas passa pouco tempo ele para de chorar, as tias disseram que nao esta chorando durante o periodo que fica, mas vejo que ele eh bem sem atençao, nao senta nas cadeirinhas e nao entende muita coisa que a gente fala. Estou na duvida se me precipitei> Gostaria de uma opiniao.

Obrigada
Amanda Camilo (amandinhaacamilo@hotmail.com)

Phamella Suellen disse...

Olá Débora, queria parabeniza-la pelo blog... e dizer que estou passando por um dilema com meu filho de 2 anos e 5 meses... coloquei ele na escola a 5 dias e esta muito difícil a adaptação... ele sempre ficou comigo desde que nasceu... nunca ficou com outra pessoa, nem mesmo com o pai... minha presença sempre foi indispensável para ele... mas agora decidi coloca-lo na escola para que ele se socialize, porem a escola me pede para chegar la e deixa-lo chorando no colo da professora... isso me corta o coração... fico ainda mais em duvida pq o pediatra dele é contra esse tipo de adaptação, onde a mãe não pode ficar na escola... não sei o que fazer, tenho medo disso causar algum trauma para o meu filho... ele chega em casa e fala que chorou na escola pq sente muita saudades de mim... ele anda pela escola toda tentando me encontrar... mas gosta de ficar la e brincar quando chego para busca-lo e fico la com ele um pouco... não sei o que fazer... devo mesmo deixa-lo chorando ou devo conversar com a diretora pedagógica para que ela permita minha presença la POR ALGUNS DIAS... por favor me ajude...

Desde já obrigada
bjos

Anônimo disse...

OLÁ, NÃO MÃE DE PRIMEIRA VIAGEM TENHO 3 FILHOS E TENHO 40 ANOS. NÃO DEIXO MEU FILHO DE 8 ANOS FREQUENTAR A ESCOLA E QUANDO CHAMAM MINHA ATENÇÃO FICO MTO BRAVA... SERÁ QUE ESTOU PASSANDO POR ALGUM PROBLEMA... COM OS MEUS OUTROS FILHOS EU NÃO ME COMPORTAVA ASSIM ME AJUDE ME DE UMA RESPOSTA PARA ISSO... OBRIGADO!

paulakrause disse...

olá,
meu filho de 1a e 10meses esta na escolinha desde março - agora estamos em outubro - e ele ainda chora muito quando vai pra escola. quando meu marido leva é um pouco melhor, mas estamos no nosso limite, todo dia deixamos ele na escola chorando... é muito difícil... a escola é a mesma do nosso primeiro filho, e sempre gostamos muito de tudo relativo a escola. porém, fico um pouco insegura de elas acharem tão normal que uma criança passe 8 meses chorando, se adaptando, mesmo que depois ele fique bem, sabemos disso... estou pensando em mudar alguma coisa na rotina, deixar ele só meio período, para ver se melhora, mas relamente não sei o que é melhor, pois não tenho ninguém que me ajude em casa e fica bem difícil ter que dar conta de almoço, e dar toda a atenção que ele precisa, e organizar a casa, enfim, se eu ficar com ele em casa a casa vai virar uma bagunça sem fim... o que me sugeres? obrigada, aguardo, paula

Andréia disse...

Olá Débora, meu nome é Andréia e tenho um principe de 1 ano e 9 meses. Há quase dois meses ele está na escola, e todos os dias chora quando o deixo. Porém passa o dia super bem e quando busco ele está super feliz!
Devo me preocupar com este choro? E o tempo, caso demore meses... devo procurar ajuda?

Anônimo disse...

ola adorei o artigo, tenho um filho de 4 anos que entrara na escola em 2014, e vão acontecer grandes mudanças na vidinha dele pois está pra chegar outro bebe em casa, e ele provavelmente sera coleguinha do priminho da mesma idade como vc me aconselha a lidar com essas duas situações? desee já obg

Manuela Silva disse...

Ola Bom dia Débora, tenho uma filha de 2 anos e 6 meses no primeiro e segundo dia de aula ela não choro quis ficar na escola mais já faz dois dias que ela chora e não quer ficar la mais. Débora eu devo continuar a deixando na escola chorando?
desde já agradeço!

VISO PHOTO disse...

BOM DIA
Bom, é seguinte. Preciso da ajuda de alguem para me orientar.
Sou pai de um menino de 3 anos e meio. Até os 18 meses ele nao frequentou nem creche e nem escola alguma.
A minha espoe e eu falavamos sobre o desejo dela voltar a travalhar e que para isso deveriamos coloca-lo numa creche, até naquele mes surgiu o boato da inauguraçao de uma nova creche aqui proximo de casa e fizemos a inscrição e em menos de 1 mês ele já estava na nova creche.
Confesso que os primeiro dias foi um tortura deixa-lo lá, mas era necessario ele se acostumar.
Aqueles poucos meses de 2012 passaram rapido, e quando ele havia se acostumado com a professora "bingo", mudou tudo na escola, desde as faxineiras, professoras, zelador até a diretora. E ai começou tudo novamente, os choros, manhas, etc.
Detalhe, a minha esposa entra no trabalho bem de manhazinha, tipo la pelas 5 da manha e eu tenho escritorio na minha casa, entao é mais obvio que ele passe mais tempo comigo, e consequentemente eu o levo pra escola, medico, parques, passeios, etc.
Bom, 2013 começou na creche e fiquei até adimirado, em menos de 2 semanas ele estavapedindo pra ir pra escolinha, um dia ou outro ele nao queria, mas sempre acordava e ia correndo pra pegar a mochila e ir pra escola brincar com os amiguinhos, mas 2012 ele só ficava meio periodo. das 7h as 11:15h, só que isso estava me atrapalhando pois ficava enrolado com os horarios de busca-lo, as vezes tinha reuniao, as vezes trabalho e as vezes deixava de marcar encontro com clientes por causa de ir busca-lo. Nao havia ninguem que pudesse fazer isso pra mim.
A maioria das vezes ele chegava, comia., brincava, dormia até as 16h junto com minha mae, so que isso estava deixando ele um tanto estressada, depois de certa idade ja nao se tem tanta paciencia e ai começa a bater o estress, isso tambem ajudou na decisao de coloca-lo o periodo integral.
Efim conseguimos e 2014 ele inicio o periodo integral, mas diferente das escolinha particulares, nao se tem aquela fase de adaptação de busca-lo meio periodo e o resultado disso foi um estress muito grande.
Todos os dia ela chora pra ir pra escola, berra, fica fazendo chantagem e coisa e tal. Diz que quer ficar de ferias todo dia, etc etc.
vive dizendo que nao gosta mais de ir na escola.
Pra mim o que atrapalho bastante foi essa coisa de escola publica nao ter essa tal fase de adaptação nas cresches, porque ja no primeiro dia ele até foi contente na escola, no segundo ja disse que nao queria mais porque era ruim comer na escola, dormir, acordar, tomar banho e comer na escola novamente, disse que é rui esperar pelo papai pq eu demoro muito a busca-lo.
Bom, quando se pergunta porque ele nao quer mais ir na escola, ele disse que é porque ele fica muito cansado, que "tuda hora"= "dia todo"é muito ruim, que ele gosta de ir só um pouquinho e depois voltar almoçar na casa da vovó e nanar.
Enfim, preciso de uma orientação do que fazer, estou um bocado perdido.
Nem mesmo os amiguinho importa mais pra ele. Ele já é dificil de comer direito e lá a professora disse que tem dia que nao come nada, male má da um bocado de arroz e mais nada. As vezes toma leite.
Por favor, se alguem tiver alguma dica eu agradeço.

Att

Anônimo disse...

Olá Bom dia, Débora.

Tenho um filho de 1 ano e 4 meses e faz apenas 3 semanas que ele frequenta uma escolinha, no começo deixava meio período mas faz 1 semana que estou deixando ele período integral. Sempre foi um menino calmo, dormia de 02 a 03 horas por dia a tarde, enfim. Estou meio preocupada pois de uns dias prá cá ele anda muito agitado parece que esta ligado no 520, não dorme, sabe ele dorme e acorda , dorme e acorda, estou achando estranho. Porém no começo quando deixava ele na escolinha ele chorava um pouquinho e parava, agora já não chora mais. Será que tudo isto é da adaptação? Estou com medo de ele estar sendo maltratado sabe. por favor me responda...